Home Mais de 5,4 milhões de catarinenses poderão votar em outubro

Mais de 5,4 milhões de catarinenses poderão votar em outubro

Foto: Imagem ilustrativa

Mais de 5,4 milhões de eleitores
e eleitoras catarinenses poderão escolher quem vai eleger como deputado
estadual, deputado federal, senador, governador e presidente da República no
dia 2 de outubro.

O número representa um acréscimo
de 5,45% (283.730) no eleitorado do Estado em comparação com as eleições
municipais de 2020, no qual havia 5.205.928 votantes.

Os dados foram divulgados pelo
TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

Um dos motivos ao aumento deste
número é a reincorporação de 102.959 pessoas que tiveram seus títulos
cancelados em 2018 e 2019 por não terem realizado cadastramento biométrico.

Junto a isso, houve um aumento
expressivo de eleitores de 16 e 17 anos, que saíram de 15 mil para
aproximadamente 56 mil.

A cidade com o maior eleitorado
de Santa Catarina é Joinville, com 428.730 pessoas aptas a votar. Em seguida
vem Florianópolis, com 399.606; Blumenau, com 261.742; São José, com 186.561;
Itajaí, com 163.901; e Chapecó, com 159.323.

Já as cidades com menos pessoas
aptas a votar são: Santiago do Sul, com (1.442), Lajeado Grande (1.472),
Jardinópolis (1.606), Presidente Castello Branco (1.627) e São Miguel da Boa
Vista (1.716).

Os eleitores na faixa etária de
45 a 59 anos são a maioria no estado, com 25,23%, seguidos da faixa de 35 a 44
anos, com 20,73%. O eleitorado com voto facultativo, menores de 18 anos e
maiores de 70 anos, é de 523.761 (9,54%). Deste total, 55.710 estão entre 16 e
17 anos.

A maior parte do eleitorado
catarinense informou ter o ensino médio completo (26,08%). Outros 23,26%
disseram ter o ensino fundamental incompleto.

Eleitorado cresceu no Brasil
inteiro

Na contagem de eleitores
brasileiros, também foi constatado um aumento em comparação às eleições
anteriores. Com 156.454.011 pessoas aptas a votar, houve um aumento de 6,21% no
número em comparação a 2018.

“Efetivamente impressionante”,
afirma o presidente do TSE, ministro Edson Fachin. Segundo o presidente, os
números demonstram “a pujança cívica da cidadania”, uma vez que os dados
revelam “o maior eleitorado cadastrado da história brasileira”.

O maior colégio eleitoral ainda é
São Paulo, com 22,16% dos eleitores. Seguido por Minas Gerais, com 10,41%, e
Rio de Janeiro, com 8,2%. No total, a região Sudeste possui 42,64% do
eleitorado nacional.

Os três estados com menor número
de votantes estão na região Norte, que corresponde a 8,03% do eleitores, são
eles: Roraima, com 0,23%; Amapá. com 0,35%; e Acre, com 0,38%.

Em relação às demais regiões, o
Nordeste aparece com 27,11% do eleitorado, seguido do Sul (14,42%), Norte (8,03%)
e Centro Oeste (7,38%).

Mulheres são maioria no Brasil e
em SC

O Cadastro Eleitoral registrou
novamente que a maior parte do eleitorado do Brasil é composto por mulheres.

São 82.373.164 de eleitoras, o
que equivale a 52,65% do total. Já os homens são 74.044.065, sendo 47,33%. Há
ainda outros 36.782 votantes sem informação, num total de 0,02%.

Em Santa Catarina, o cenário não
é muito diferente, com as mulheres representando 51,91% dos votantes contra
48,09% de homens.

deixe seu comentário