Home ​Torcedor do Inter que atirou celular em Lucas Silva é afastado de estádios por um ano

​Torcedor do Inter que atirou celular em Lucas Silva é afastado de estádios por um ano

Foto: Reprodução

O homem que atirou o telefone em Lucas Silva no Gre-Nal 436
foi punido com o afastamentos dos estádios em que o Inter for atuar por um ano.

Além disso, ele não poderá estar presente nos próximos cinco
clássicos Gre-Nais.

A punição foi aplicada pelo Juizado do Torcedor, em
audiência na última quinta-feira, em Porto Alegre. As penas foram referentes ao
delito de lesões corporais do volante do Grêmio.

O torcedor colorado vai ficar afastado dos estádios onde o
Inter irá jogar durante os próximos doze meses, não poderá comparecer nos
próximos cinco Gre-Nais e pagará R$ 1 mil ao Instituto Geração Tricolor.

Até o dia 7 de setembro, ele vai precisar se apresentar na
delegacia em dias de partidas do Colorado e terá acesso bloqueado ao Beira-Rio
e a compras de ingressos.

No primeiro Gre-Nal da semifinal do Gauchão, na comemoração
do terceiro gol do Grêmio, Lucas Silva foi atingido por um celular no rosto e
precisou ser substituído para estancar o sangramento, que ocasionou pontos na
boca e no nariz.

Um dia após o incidente, o Inter divulgou uma nota oficial e
informou que o torcedor havia sido identificado com a ajuda das câmeras de
segurança do Beira-Rio.

As informações foram repassadas à Polícia Civil, que levou o
caso adiante.

Lucas Silva se manifesta

Pelas redes sociais, o volante Lucas Silva também se
manifestou após o ocorrido.

Pelo seu Twitter, afirmou que a violência não cabe “em
lugar algum”.

Ele destacou a “pequena vitória” e frisou a
importância de barrar a impunidade.

“Queremos paz e alegria nos estádios. Fiz questão de
levar adiante o que aconteceu comigo, pois ninguém quer mais tragédias”,
finalizou.

 

deixe seu comentário