Home Profissionais do NASF de Mondaí alertam sobre prevenção ao suicídio

Profissionais do NASF de Mondaí alertam sobre prevenção ao suicídio

Valdenir Cíceri / Rádio Porto Feliz

As Psicólogas do Núcleo de Apoio
à Saúde da Família (NASF) de Mondaí, Katiane Paludo e Vanessa Zamiani,
concederam entrevista a Rádio Porto Feliz onde falaram sobre a importância do
‘Setembro Amarelo’.

No dia 10 de setembro, será
lembrado o dia mundial de prevenção ao suicídio.

Vanessa falou sobre essa data e
disse que a prevenção precisa ser feita durante o ano todo e não somente no mês
de setembro, para quebrar um tabu que ainda existe sobre o assunto.

Katiane Paludo também explica que
o suicídio só é percebido de forma mais clara, quando acontece com pessoas
próximas.

Conforme Vanessa, o suicídio pode
acontecer devido a diversos fatores como: depressão ou transtorno bipolar; a
morte de um ente querido; um trauma emocional; desemprego; problemas financeiros;
alguém da família que já tenha cometido suicídio; histórico de negligência ou
abuso na infância; não aceitação do envelhecimento; término de relacionamento
não compreendido; a não aceitação da orientação sexual; dependência de drogas
ou álcool; além de outros.

Katiane ressalta que para a
maioria das vítimas o suicídio é como uma válvula de escape para acabar com o
vazio que a pessoa sente e para fugir dos problemas.

Outra questão bem comum presente
na sociedade atual, segundo Katiane Paludo, é a ansiedade, que inclusive é
encarada de forma errada por muitas pessoas.

A psicóloga destaca que é um
sentimento igual a todos os outros, onde desencadeia, raiva, medo, alegria e
tristeza.

Ela surge nos momentos de auto
cobrança, onde a pessoa se culpa de algo, com pensamentos de incapacidade, ou
seja, quando as pessoas não se valorizam.

Em virtude disso as Psicólogas
reforçam a importância de procurar ajuda profissional, pois na maioria dos
casos, essas doenças não se resolvem com o tempo e precisam de tratamento
psicológico imediato.

Outro fator que acontece muito,
principalmente com adolescentes e crianças é o isolamento do mundo social
devido à tecnologia. Muitos ficam trancados dentro do quarto por um longo
período de tempo utilizando equipamentos eletrônicos e muitas vezes ocultando
dos pais o que estão fazendo nessas redes sociais.

deixe seu comentário