Home Júri condena homem que matou idoso a facadas em Mondaí

Júri condena homem que matou idoso a facadas em Mondaí

Foto: Ascom – Crime ocorreu em agosto de 2021

Denunciado pelo Ministério Público de Santa Catarina (MPSC),
Davi Vargas Machado foi condenado pelo Tribunal do Júri da Comarca de Modaí por
homicídio qualificado a 16 anos, três meses e 25 dias de prisão. Ele matou um
idoso de 63 anos com mais de 10 facadas na região do pescoço. De acordo com a
ação penal pública, o crime foi cometido mediante recurso que dificultou a
defesa da vítima.

Valdir Daenecke foi morto no dia 27 de agosto de 2021, por
volta das 5h30, às margens da rodovia SC-386, no bairro Capivara, interior do
município de Mondaí. O corpo do idoso foi encontrado por populares, que
acionaram a Polícia Militar.

Durante o processo foram ouvidas nove testemunhas e duas
disseram que o condenado não teria se arrependido do crime. Ainda, relataram
que o réu teria utilizado frases homofóbicas ao se referir à vítima, além de
enfatizar, após o homicídio, que “não gostava desse tipo de gente”.

Perante o Júri, o Promotor de Justiça Diego Henrique
Siqueira Ferreira sustentou que o crime teria como uma das motivações o fato de
a vítima ser homossexual.

Mais de 10 familiares da vítima acompanharam a sessão do
Tribunal do Júri que ocorreu na última quarta-feira (4/5) e durou mais de 11
horas. O réu ainda foi condenado ao pagamento de R$ 15 mil a título de danos morais
aos herdeiros da vítima.

Da sentença cabe recurso, mas Machado não poderá recorrer em
liberdade. O Juiz de Direito Raul Bertani de Campos, que presidiu o julgamento,
entendeu que ainda prevalecem as circunstâncias que levaram a decretação da
prisão preventiva do réu e chegou a lembrar que o condenado fugiu após a
audiência de instrução, sendo recapturado no dia seguinte.

deixe seu comentário