Home Foz do Chapecó e Defesas Civis se preparam para cumprir mais uma etapa da Lei Nacional de Segurança de Barragens

Foz do Chapecó e Defesas Civis se preparam para cumprir mais uma etapa da Lei Nacional de Segurança de Barragens

Foto: Ascom Foz do Chapecó – O simulado de mesa tem o objetivo de testar o fluxo das informações e os acionamentos entre os órgãos competentes e a empresa Foz do Chapecó

Representantes das defesas civis dos municípios de Águas de
Chapecó e São Carlos, das coordenadorias regionais de Chapecó, Xanxerê e
Maravilha se reuniram na semana passada, com os gestores da usina hidrelétrica
Foz do Chapecó para tratar sobre o simulado de mesa em caso de rompimento de
barragem. Esta etapa, que deve ocorrer em 28/9, na sede da Defesa Civil de
Chapecó, faz parte da Lei nº 12.334/2010, conhecida como Lei Nacional de
Segurança de Barragens.

O objetivo do simulado de mesa é verificar se os estudos
feitos e se as ações planejadas estão de acordo com as demandas do cenário de
rompimento de barragem. Além disso, o simulado de mesa tem o objetivo de testar
o fluxo das informações e os acionamentos entre os órgãos competentes e a
empresa Foz do Chapecó “No dia, será montada uma situação hipotética que pode
levar ao rompimento da barragem e serão aplicados os estudos já feitos para
verificar a melhor forma de atuação da empresa, das defesas civis e da
população”, explica o diretor da Foz do Chapecó Energia, Otávio Luiz Rennó
Grilo.

O simulado de mesa é uma etapa que antecede o simulado com a
comunidade, que deve ser feito com a população dos três municípios (Águas de
Chapecó, São Carlos e Alpestre/RS) e que compõe a Zona de Autossalvamento (ZAS)
–  região que compreende até 10
quilômetros abaixo do barramento, conforme prevê a legislação. O simulado com a
participação da comunidade está previsto para 22 de outubro. Quem precisar de
mais informações, pode acompanhar as redes sociais da empresa ou solicitar pelo
whats app, no (48) 99126.1355.

Segura e dentro da lei: desde que a Lei Nacional de
Segurança de Barragens foi regulamentada pelo Governo, a Foz do Chapecó Energia
já fez e revisou o Plano de Ação Emergencial (PAE) – documento que prever e
analisa riscos, identificando possíveis situações de emergência e as condutas a
serem adotadas em cada caso -, ajudou os municípios a desenvolver o Plano
Municipal de Contingência, instalou e testou o Sistema de Alerta de Rompimento
e instalou a sinalização das rotas de fuga e pontos de encontro nos três
municípios. “Nossa barragem é extremamente segura e atuamos de forma clara e
transparente para que as comunidades em nosso entorno sintam tranquilidade.
Cumprir a legislação à risca é um compromisso assumido e que não medimos
esforços e recursos para viabilizar”, complementa o diretor.

deixe seu comentário