Home Epidemiologia de Caibi alerta sobre a vacinação contra o HPV

Epidemiologia de Caibi alerta sobre a vacinação contra o HPV

CAIBI – A Epidemiologia de Caibi alerta para a vacinaçÃo contra a Papilomavirus Humano, ou HPV. O público alvo sÃo meninas de 9 a 13 anos que ainda nÃo receberam a vacina e meninas e mulheres de 9 a 26 anos que tem HIV/AIDS. A Unidade de Saúde de Caibi oferece gratuitamente as vacinas durante todo o ano.
As meninas nÃo necessitam de autorizaçÃo ou acompanhamento dos pais nos postos de saúde. Basta que apresentem um documento de identificaçÃo ou a carteira de vacinaçÃo. Já vacinadas, as meninas estarÃo protegidas, na fase adulta, contra o câncer de colo do útero por HPV, doença que mata cerca de 8 mil mulheres por ano no Brasil.
De acordo com a responsável pela Epidemiologia, Edimara Conte Portes, o HPV é um vírus comum de fácil disseminaçÃo e que se instala na pele e mucosas de homens e mulheres. Existem mais de 200 tipos de HPV, sendo 13 oncogênicos. Quatro tipos sÃo mais frequentes e causam a grande maioria das doenças relacionadas à infecçÃo, que podem causar desde verrugas até cânceres.
Os HPV tipos 16 e 18 sÃo responsáveis por 70% dos casos de câncer do colo útero; os tipos 6 e 11 por 90% das verrugas anogenitais. A vacina distribuída pelo Sistema Único de Saúde (SUS) é do tipo quadrivalente, que protege contra quatro tipos de HPV (6, 11, 16 e 18), ou seja, abrange os dois principais tipos responsáveis por câncer de colo de útero e aqueles responsáveis pelas verrugas genitais.

TRANSMISSÃO

Edimara esclarece que a transmissÃo do HPV ocorre por meio do contato direto com a pele ou mucosa infectada. Na maioria das vezes, a transmissÃo se dá através da relaçÃo sexual desprotegida. No entanto, pode ocorrer, também, por meio do contato com mÃos, objetos, toalhas e roupas contaminadas com secreçÃo apresentando vírus vivo. Raramente, também pode ser transmitido de mÃe para filho, durante o parto. NÃo há tratamento específico para eliminar o vírus. Somente prevençÃo com a vacina. A vacina é a principal forma de prevençÃo contra o HPV.

VACINAÇÃO

Sobre a vacinaçÃo, Edimara conta que ela estimula a produçÃo de anticorpos, que sÃo proteínas de defesa, específicos para cada tipo de HPV. A proteçÃo contra a infecçÃo vai depender da quantidade de anticorpos produzidos pela menina ou mulher vacinada, da presença desses anticorpos no local da infecçÃo e da sua persistência durante um longo período de tempo.
Cada adolescente deve tomar duas doses para completar a proteçÃo, sendo que a segunda deverá ser tomada seis meses depois da primeira dose. Para meninas e mulheres vivendo com HIV, a vacinaçÃo continua sendo por três doses (0, 2 e 6 meses). A vacinaçÃo é via intramuscular com injeçÃo com apenas 0,5 ml de vacina em cada dose.

deixe seu comentário