Home Em quatro meses de campanha, SC vacinou menos da metade das crianças contra a Covid-19

Em quatro meses de campanha, SC vacinou menos da metade das crianças contra a Covid-19

Apenas 42% das crianças receberam a primeira dose do imunizante (Foto: Folhapress)

Quatro meses após o início da
vacinação de crianças contra a Covid-19, menos da metade do público-alvo
recebeu a primeira dose do imunizante em Santa Catarina. De acordo com o Monitor
da Vacina, do NSC Total, até a sexta-feira (13), 271.658 pessoas entre cinco
e 11 anos receberam a vacina no Estado – isto representa 42,26% do público
alvo, que é de 642.800. 

​Esta é a única faixa etária que
não atingiu os 70% do público-alvo imunizado contra a doença – número
considerado ideal para controle da Covid-19, segundo especialistas. A campanha
de vacinação em crianças iniciou em 14 de janeiro. ​

A cidade com a maior taxa de cobertura
da vacinação infantil é Paial, no Oeste. Até esta sexta, o município vacinou
137 crianças, 134,31% do público-alvo. Em seguida vêm Marema (132,29%) e
Paraíso (126,75%). 

Em contrapartida, entre as piores
coberturas de primeira dose estão em Tijucas (12,10%), Guaramirim (12,67%) e
São João Batista (17,97%). 

Já em relação a segunda dose, até
esta sexta, 19,60% receberam o imunizante no Estado, o equivalente a 125.990
crianças com o esquema primário completo. Ibiam, na Serra, é a cidade que tem
melhor cobertura com 97,14% entre 5 e 11 com as duas doses da vacina. Em
seguida vêm Marema (93,75%) e Barra Bonita (90,30%).

A Diretoria de Vigilância
Epidemiológica (Dive/SC) informou que, apesar da falta de procura, o Estado não
registrou perda de vacinas. Em relação à campanha, a pasta reforça que
permanece “incessantemente” alertando a população sobre a importância
da vacinação. 

SC tem 90% da população com a primeira dose 

Ainda segundo o Monitor da Vacina
do NSC Total, até esta sexta-feira, Santa Catarina já vacinou 90,82% da
população com a primeira dose contra a Covid-19. Isto significa que, a cada 10
catarinenses, nove receberam a primeira dose. 

Em relação a segunda dose, a
cobertura é de 84,87% – 5.741.938 vacinas foram aplicadas no Estado. 

Por fim, Santa Catarina aplicou
2.469.321 doses naqueles que estão aptos a receber a dose de reforço – adultos
com 18 ou mais. Entre os idosos com mais de 60 anos, a taxa de cobertura é de
75,94%.

deixe seu comentário