Home Cooperativas de crédito têm a maior rede de atendimento físico do país

Cooperativas de crédito têm a maior rede de atendimento físico do país

Foto: Ascom Sicoob – O cooperativismo brasileiro teve motivos de sobra para comemorar, em 20 de outubro, o Dia Internacional do Cooperativismo de Crédito

O cooperativismo brasileiro teve motivos de sobra para
comemorar, em 20 de outubro, o Dia Internacional do Cooperativismo de Crédito.
Com números expressivos, o segmento vem se consolidando como importante fator
de inclusão financeira, desenvolvimento regional e prosperidade nacional. A
data é celebrada em todo o mundo, sempre na terceira quinta-feira do mês de
outubro, desde 1948. “Empodere seu futuro financeiro com uma cooperativa de
crédito” foi o tema escolhido pelo Conselho Mundial de Cooperativas de Crédito
(World Council of Credit Unions – Woccu) para as comemorações deste ano.

A intenção foi a de ressaltar a contribuição das
cooperativas financeiras na melhoria da qualidade de vida das pessoas e
valorizar os propósitos delas em contribuir com as comunidades onde estão
inseridas estreitando, assim, os laços com seus associados, em especial, nas
cidades menores e mais afastadas. O presidente do Sistema OCB, Márcio Lopes de
Freitas, destaca a importância de festejar o bem que o cooperativismo de crédito
tem feito para todo o país.

“O cooperativismo financeiro exerce papel fundamental por
sua capilaridade e capacidade de distribuição de recursos para as mais
diferentes atividades e ações, não apenas de cooperativas e cooperados, mas
para a sociedade em geral. O crédito rural, instrumento prioritário para que os
objetivos da política agrícola nacional sejam atingidos, passa por uma
cooperativa de crédito. A garantia de acesso a financiamentos junto aos
pequenos produtores, bem como as possibilidades de custeio se repete também em
outras áreas como infraestrutura, transporte, saúde, educação e energia”,
afirmou.

Para além da oferta de crédito, Marcio salienta que “as
cooperativas são importantes vetores de democratização, educação e inclusão
financeira, gerando impactos significativos junto aos seus associados e
comunidades onde atuam”. Segundo ele, é importante ressaltar que a educação
financeira merece atenção especial no nosso país. “Com conhecimento, atitudes e
habilidades, as pessoas passam a adotar boas práticas para administrar seus
recursos de forma eficiente e segura”, acrescentou.

A participação das cooperativas de crédito na vida dos
brasileiros é maior ano após ano. Entre dezembro de 2017 e dezembro de 2021, o
número de associados às cooperativas de crédito aumentou de 9,6 milhões para
14,6 milhões, sendo 12,3 milhões de pessoas físicas (PF) e 2,2 milhões de
pessoas jurídicas (PJ). Em dezembro de 2021 eram, no total, 818 instituições,
garantindo mais de 89 mil empregos diretos.

Os números explicam por que nos últimos quatro anos a
quantidade de pontos de atendimento cresceu de 4.929 para 7.247, o que coloca o
cooperativismo de crédito como a principal rede de atendimento físico do país.
Em termos de comparação, no mesmo período, foram fechadas 3.173 agências
bancárias em todo país. Além disso, em 275 municípios, as cooperativas de
crédito são a única instituição financeira presente, atendendo com qualidade e
de acordo com todas as exigências legais e regulatórias estabelecidas pelo
Conselho Monetário Nacional e pelo Banco Central do Brasil.

As cinco regiões brasileiras são contempladas com a presença
das principais centrais das cooperativas financeiras ligadas ao Sistema OCB:
Sicoob, Sicredi, Unicred, Cresol, Ailos, Uniprime, Credisis e Cecoop.

deixe seu comentário