Home Censo 2022 visita, a partir de segunda, 2,4 milhões de domicílios no estado

Censo 2022 visita, a partir de segunda, 2,4 milhões de domicílios no estado

Foto: Unidade Estadual do IBGE em Santa Catarina – O IBGE tem mais de 210 mil pessoas atuando em todo o Brasil

Da próxima segunda-feira, 1º de agosto, até 31 de outubro,
6.761 recenseadores do IBGE – uniformizados com colete azul-marinho, boné e
crachá com QR Code que permite verificar a identidade – visitarão todos os
domicílios catarinenses na coleta do Censo Demográfico 2022.

São em torno de 2,4 milhões de domicílios no estado e um
contingente de cerca de 7,4 milhões de habitantes a serem recenseados. A
operação censitária pode confirmar ou atualizar essa população.

Decenal, o Censo Demográfico estava previsto para 2020, mas
foi adiado duas vezes em meio à pandemia do novo coronavírus. Agora, vai a
campo para atualizar o mapeamento estatístico que orienta poder público,
iniciativa privada, meio acadêmico e demandas dos cidadãos.

Trata-se do nono Censo Demográfico do IBGE – que foi criado
em 1936 e realizou sua primeira operação censitária em 1940 – e do décimo
terceiro Censo da população nacional.

O Censo 2022 será pioneiro no levantamento estatístico de
comunidades quilombolas e na investigação do transtorno do espectro autista.
Também terá como inédita a captação das coordenadas geográficas de todos os
domicílios feita pelos próprios recenseadores.

Há dois questionários: o básico, com 26 questões, e o da
amostra, com 77, aí contidas as questões do questionário básico e outras sobre
temas como núcleo familiar, religião ou culto, migração, deslocamentos para
estudo e trabalho. Este último será aplicado em 11% dos domicílios do país.

Os questionários podem ser respondidos presencialmente, pela
internet (por meio de um código recebido após a visita do recenseador) ou,
quando necessário, por telefone.

Em 2010, o Censo brasileiro foi o primeiro do mundo a ter
coleta totalmente digital. Em 2022 haverá o gerenciamento da coleta em tempo
real, com dados transmitidos diretamente para data centers no Rio e em São
Paulo, e o monitoramento do deslocamento dos recenseadores.

Para a operação, o IBGE tem mais de 210 mil pessoas atuando
em todo o Brasil, 8 mil delas em Santa Catarina. Além de recenseadores, são
agentes e analistas censitários, geógrafos, estatísticos, economistas,
engenheiros cartográficos e atendentes de call center, entre outros profissionais.

No estado, o instituto se estende por 21 agências fixas, 244
postos de coleta, 21 coordenações de área e 59 coordenações de subárea. Em
Florianópolis, há também a Unidade Estadual do IBGE.

A preparação do Censo toma anos, envolvendo, entre muitas
outras atividades, reuniões com as administrações de todos os municípios e
inúmeras parcerias com o poder público; uma longa rede de treinamento para
capacitar os milhares de envolvidos; a atualização da Base Territorial, que
define o trajeto dos recenseadores; e testes nacionais, incluindo um realizado
nas 27 UFs em 2021.

Leia mais sobre a operação censitária no hotsite do Censo
2022.

deixe seu comentário